Financiamento dos cursos

financiamento dos cursos

Democratizar o conhecimento e ampliar o acesso à educação superior de qualidade: essa é a proposta da Faculdade Venda Nova do Imigrante (FAVENI). Com o desafio de proporcionar oportunidades de conhecimento e profissionalização a todos, a faculdade investe nos sonhos dos seus alunos, facilitando o ingresso por meio de bolsas, descontos e financiamentos. Uma das ferramentas utilizadas para ofertar essa facilidade é o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), voltado a estudantes de baixa renda, regularmente matriculados em faculdades pagas e que não têm condições de custear os estudos.

Para ter direito ao FIES, os estudantes devem realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e alcançar, para as notas das provas, uma média aritmética de pelo menos 450 pontos. É necessário ainda que a nota da redação seja maior que zero.

Outra forma de garantir espaço no meio universitário, e protagonismo em um futuro promissor, é pelo Programa Universidade para Todos – PROUNI – que concede bolsas de estudos parciais (de 50% do valor do curso) ou integrais a alunos de baixa renda.

Estudantes brasileiros que ainda não são graduados e que cursaram o ensino médio completo em escola pública ou em escola particular como bolsista integral, podem se inscrever no processo seletivo, mas terão que prestar o Enem e garantir a média aritmética de 450 pontos nas notas das avaliações – e nota maior que zero na redação. A renda mensal estipulada para o estudante concorrer à bolsa integral é de um salário mínimo e meio por pessoa, no máximo. Já os alunos que solicitarem bolsa parcial, devem apresentar renda máxima de três salários mínimos por pessoa. É possível ainda solicitar o Fies para completar o valor a ser investido.

Professores da educação básica que pretendem continuar no magistério e não possuem o curso de licenciatura têm direito de estudar via PROUNI, sem a necessidade de comprovar renda, diferente dos outros concorrentes.

Como pré-requisito, é necessário que lecione na rede pública e tenha obtido 45 pontos no ENEM, que esteja no exercício do magistério na educação básica e pertença ao quadro permanente. A FAVENI também é parceira do Governo do Estado do Espírito Santo, no programa social Nossa Bolsa, que proporciona cursos de graduação para estudantes oriundos de escola pública cuja família comprove renda de até três salários mínimos por pessoa; e promove o ensino utilizando o programa de crédito educativo superior FAVCRED.

A responsabilidade social assumida pela FAVENI ao reservar bolsas de estudos e financiamentos para estudantes que não têm condições de arcar com as mensalidades dos cursos universitários é, sem dúvida alguma, o caminho para uma sociedade mais justa, igualitária. Com tantas possibilidades disponíveis e o suporte que somente uma grande instituição de ensino pode conceder, fica difícil não ser conduzido ao sucesso.